Construção de marcas: hábito ou ação? – Por : Mônika Vieira é Mentora de Marcas, Estrategista de Marketing e coautora dos livros Encontre sua Marca I, Encontre sua Marca II e Liderando Juntos.

Construção de marcas: hábito ou ação? – Por : Mônika Vieira é Mentora de Marcas, Estrategista de Marketing e coautora dos livros Encontre sua Marca I, Encontre sua Marca II e Liderando Juntos.

A partir de diversos estudos no campo da psicologia, vem sendo constatada a diferença entre hábito e atitude. Hábitos provocam ações, mas muitas vezes tomamos ações que podem não ser repetidas e, caso não sejam, são deixadas para trás, prejudicando o nosso desempenho em certas ações que precisamos tomar para nossa vida. Um exemplo, é a forma como alguém divulga seu nome perante o mercado.

Muitas pessoas ainda têm a crença limitante que marketing é apenas para a sua empresa. Que aplicar estratégias de marketing em nosso próprio nome, nossa marca pessoal, é algo fútil, símbolo de um ato vaidoso e vazio. Durante o período da pandemia do COVID-19 comprovou o contrário. Marcas empresariais antes não conhecidas, tornaram-se quando seus proprietários contaram suas histórias nas redes sociais. Pessoas que foram demitidas ou que perceberam a necessidade de mudar de carreira, utilizaram as redes para tornar seu principal meio de divulgação.

Em questão de meses, recebeu-se uma avalanche de lives pelo Instagram, vídeos pelo Tiktok, ler notícias pela web e deixou-se de lado um pouco a TV para conferir vídeos em plataformas de streaming e conferir os conteúdos de maior audiência no YouTube. Também em um curto espaço de tempo, pessoas deixaram de ser seguidores para serem seguidas. Transformaram-se produtoras de conteúdo. Muitos empresários e empreendedores ficaram com muito medo de se exibirem em excesso. Mas o que fazer diante deste sentimento: fugir ou enfrentar? Quem enfrentou com estratégia, mudando seu comportamento e transformando a divulgação da sua marca pessoal na internet em um hábito, sem dúvida, não tem o quê reclamar. Ou melhor, ainda tem muito a alcançar.

Desta maneira, torna-se cada vez mais relevante o papel do marketing dentro da estratégia empresarial, seja qual ela for. Investir na marca pessoal, vai além de produzir uma publicação esteticamente no Instagram, um vídeo com grandes recursos visuais no Tiktok ou encher o Linkedin de compartilhamento de perfis de grandes nomes. É entender que faz parte de uma nova exigência no processo de construção de marcas. E sim de conhecer boas histórias. Que para ele, ir na internet tornou-se um hábito de aprender e conhecer novas histórias. Então, conte a sua e depois me conte o resultado, combinado?

Compartilhar este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *