Propaganda

Artigos

Com a volta do turismo, cresce o número de vendas de malas e cases

Após forte retração das viagens durante a pandemia, turismo volta a crescer no País, e o setor de malas e cases acompanha.

De acordo com a PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Contínua de Turismo 2020-2021, a quantidade de viagens realizadas por brasileiros caiu 41% entre 2019 e 2021, sofrendo um forte impacto pela pandemia de covid-19. Atualmente, porém, o setor de turismo já está observando melhora: um levantamento da CVC revelou que o número de reservas confirmadas no primeiro trimestre de 2022 foi 110,5% maior do que o mesmo período do ano passado.

Enquanto isso, outro setor que “pega carona” nessa retomada é o de malas, cases e outras bagagens. “Estamos em pleno crescimento nas vendas de cases variados. Entre 2020 e 21 crescemos 40% e só neste primeiro semestre de 2022, aumentamos em 15% as vendas dos cases. As pessoas estão adquirindo desde cases grandes para comportar equipamentos e materiais delicados, até os menores para pequenos objetos, ou protetores de notebooks, enfim, uma variedade de produtos para todo tipo de uso”, conta Ivan Vissechi, sócio-fundador da CasesBR, principal distribuidora da Pelican no Brasil, que comercializa cases de alta resistência.

O e-commerce oferece cases em diversos formatos, incluindo de maleta, com rodinhas ou em formatos específicos para instrumentos, computadores, câmeras e outros itens. Em todo caso, o material dos produtos é considerado indestrutível e a prova d’água, conferindo a maior proteção possível ao seu conteúdo.

“Acredito que a procura por esse tipo de compartimento, no caso de viagens, faz sentido justamente pelo processo de despachar bagagens em aeroportos”, explica Rubén Arias, sócio-fundador da CasesBR. “Para quem viaja a trabalho ou transporta equipamentos delicados, é muito importante garantir a proteção durante as viagens”, completa.

Outra razão que pode estar influenciando a busca pelos cases de proteção é a variedade de destinos. Segundo o IBGE, os principais destinos das viagens de 2021 foram praias, com 48,7% das escolhas, seguidos por ecoturismo, natureza ou aventura, com 25,6% — esse último já contando com um aumento de quase 5% desde 2020.

“Compartimentos de maior resistência são muito indicados para quem escolhe conhecer a natureza, seja na praia ou em trilhas. Praticantes de esportes radicais também são clientes recorrentes nossos, tanto pelos locais em que atuam quanto pelos equipamentos de segurança que usam, que são justamente transportados com os cases”, ressalta Ivan.

Agora, a tendência é que o turismo continue a avançar, tanto nacionalmente quanto internacionalmente, mesmo que não alcance todo seu potencial por conta da crise econômica. Ainda assim, as expectativas são positivas: a Confederação Nacional do Comércio (CNC) espera que o setor gere, até o fim do ano, cerca de 190 mil empregos, e também que a receita seja 2,8% maior do que a de 2021.

 

Ivan acredita que as perspectivas para o mercado de cases e malas devem acompanhar o otimismo do turismo. “Quanto mais pessoas viajando, mais bagagem. A procura por alta qualidade e proteção é uma consequência que, felizmente, conseguimos atender”, conclui.

Sobre a CasesBR

O e-commerce CasesBR é referência na venda de cases de altíssima qualidade no Brasil e um dos principais distribuidores autorizados no País dos cases Pelican, líder mundial na fabricação de cases e maletas indestrutíveis para armazenamento de diversos equipamentos e instrumentos. Os cases Pelican são muito usados pelo exército americano devido à resistência, sendo inclusive à prova d’água.

A CasesBR oferece uma gama variada de tamanhos e formatos de cases que podem ser utilizados por diversos segmentos de mercado, tais como indústria médica, farmacêutica, audiovisual, musical, bélica, esporte e aventura, dentre outros. Além do e-commerce, os produtos da empresa podem ser encontrados na Amazon, no Mercado Livre e nas lojas da Casas Bahia, Ponto Frio e Extra. Mais informações no site: https://casesbr.com/

111 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail