Propaganda

Artigos

3 benefícios ao adotar a inteligência artificial no atendimento ao cliente

70% das interações entre clientes e marcas serão feitas com inteligência artificial até 2024; especialista em relacionamento digital explica como fidelizar clientes com uso da I.A
 

A adesão da Inteligência Artificial (IA) nos canais digitais das empresas está entre as principais ferramentas para melhorar o atendimento ao cliente. Ela contribui para solucionar problemas recorrentes e otimizar os resultados, com garantias reais de obter a fidelização dos consumidores da marca, além de estimular a inovação entre os colaboradores nos processos empresariais.

Em 2019, um ano antes da pandemia do novo coronavírus, cerca de 25% das interações entre clientes e marcas já eram feitas com o uso da Inteligência Artificial. Percentual que pode ultrapassar os 70% até o final de 2024, de acordo com o instituto Gartner.

Rafael Souza, CEO da Ubots, startup especializada em relacionamento digital – que foi premiada em 1º lugar na categoria de Customer Service pelo 100 Open Startups 2021 -, acredita que a inteligência artificial é uma ferramenta fundamental para as marcas: “Os clientes são fiéis apenas à marcas que se preocupam em oferecer experiências incríveis de relacionamento digital em todos os pontos de interação com eles”, comenta.

Abaixo, Souza destaca os três principais benefícios ao incorporar a I.A no negócio:

  1. Agilidade: Com a utilização de chatbots, é possível reduzir as filas de espera nos atendimentos. Os bots conseguem efetuar diversos simultaneamente, o que garante mais agilidade para os processos.
  2. Redução de custos: Chatbots bem construídos contribuem para uma redução do custo de operação, pois obtêm uma alta taxa de retenção dos atendimentos que chegam nos canais digitais.
  3. Melhora no relacionamento: Atendimento mais simples, eficiente e rápido aproxima o cliente e aumenta a sua satisfação com a marca, abrindo caminho para fidelização.

 

Experiências negativas ficaram no passado

Longas filas de espera e a dificuldade em solucionar as demandas dos usuários são problemas comuns que impactam negativamente na relação entre consumidor e marca.

Segundo o especialista, os principais problemas que deixam de fazer parte do dia a dia das organizações após o uso da inteligência artificial são: o tempo de espera e a falta de assertividade nas respostas.“Atendimentos sem I.A costumam ter um alto índice de incerteza, o famoso ‘não entendi o que você falou’, além de deixar o cliente esperando, e não conseguir solucionar o que ele deseja naquele momento. Isso costuma gerar muita insatisfação”, comenta Rafael Souza.

Como em todo o processo de implementação de tecnologia no atendimento, a empresa precisa alinhar o que ficará sob responsabilidade da inteligência artificial, além de criar um planejamento detalhado de como será a sua atuação.

A jornada do consumidor pelas mídias digitais, ou site, precisa ser planejada anteriormente à implementação. O atendimento humanizado deve permanecer presente, pois, ainda que seja automatizado, é fundamental que a linguagem característica da organização seja preservada, com atendimento personalizado aos clientes.

 

Qual o custo para ter uma I.A nos negócios?

O custo para ter uma inteligência artificial atuando junto da empresa no atendimento ao cliente depende de diversos fatores, pois, cada empresa possui a sua demanda e suas características, além do porte da companhia.

“Quando falamos de custo, isso é muito relativo. Aqui na Ubots, por exemplo, nossos planos são oferecidos de acordo com o volume de atendimentos que a empresa possui e contemplam  a criação, treino e curadoria de chatbots, além de contar com uma plataforma de atendimento digital completa e consultoria de profissionais altamente qualificados”, finaliza Rafael Souza.

Para saber mais sobre os serviços de planos de chatbots da Ubots, acesse: https://ubots.com.br/chatbots

 

Sobre Ubots

Fundada em 2016, a Ubots surgiu da vontade de utilizar a tecnologia para facilitar a comunicação de grandes empresas com seus clientes. Para otimizar esse resultado, a Ubots utiliza plataforma própria desenhada para cenários de atendimentos, tanto para uso de agentes humanos, chatbots ou atendimento híbrido, quanto utiliza inteligência artificial. De origem gaúcha, a startup possui clientes no Brasil e Chile e já participou de programas de aceleração, como: Scale Up Endeavor, BNDES Garagem, StartOut Brasil,WesterWelle Foundation, Cubo do Itaú, entre outros. Mais informações no www.ubots.com.br

52 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail