Propaganda

Artigos

Trader Clobal – Vatagens e Riscos nas Comunicações – Por : Por : Leandro J.P. Sousa, CEO na empresa IRON Trading International

As mídias sociais seguem representando um grande avanço trazido pela tecnologia da informação e como citei em um artigo anterior, nada neste mundo é, por assim dizer; de graça ! Temos o bônus e o ônus e, portanto, como dizia o velho ditado, “é um olho no padre e outro na missa” e muita atenção nessa hora !

Qualquer um pode elaborar um perfil de impressionar. Também, não é preciso muito para se criar um website de “cair o queixo” e isso não mencionando aqueles famosos e-mails propondo parcerias fantásticas; geralmente de alguém que teve um parente falecido, de algum desses Regimes Autoritários mundo à fora e que, por coincidência, o falecido tem o seu sobrenome, exatamente e… pronto ! De uma hora para outra, você enriqueceu, como num passe de mágica ! Cuidado ! Isso significa dizer que acabou de receber uma scam proposal e o mais impressionante nesses golpes é que eles começaram através de cartas trazidas pelos correios e depois via fax e, finalmente, evoluímos para os padrões mais modernos. Portanto, tudo evoluí; a questão é sabermos distinguir o que vale à pena ser lido até o final  e o que deve ser, imediatamente, deletado !

Outro aspecto que deve chamar a atenção dos mais incautos se refere às ofertas de produtos e/ou serviços tanto na importação quanto na exportação cujos e-mails procedem de contas gratuitas como o Gmail, Hotmail e outros. Por quê, afinal, alguém enviaria propostas à partir de um e-mail pessoal se a empresa disponibiliza um belíssimo site com o seu domínio, naturalmente  ? Não custa pensamos duas vezes antes de responder.  É evidente que existem exceções. Os Árabes, por exemplo, costumam enviar mensagens de suas contas pessoais mas, ainda assim, é sempre oportuno revisitar o site da empresa, realizar pesquisas através dos motores de buscas e, se for o caso, enviar um correio eletrônico para o Setor Comercial da nossa Embaixada no País do qual, supostamente, estaria sediada a empresa remetente da mensagem.

O mesmo cuidado devemos ter nas comunicações via Whatsapp, Telegram, IMO, Viber e todos esses aplicativos de mensagens instantâneas. Costumo, em lugar de escrever uma resposta ao convite de aceitação, gravar uma mensagem de voz no idioma do remetente ou, na pior das hipóteses, em Inglês. Não que isso nos possibilite saber que não estamos trabalhando às escuras mas o efeito costuma ser revelador, de alguma maneira. Há aqueles que por alguma razão, simplesmente não respondem e isso já nos deve fazer pensar. Por outro lado, como a dualidade está presente em todas as atividades humanas, não é raro a mensagem ser muito bem aceita porque feita dessa maneira e o retorno acaba por encurtar etapas. Propor uma chamada ONLINE, o famoso “conference call” via Whatsapp, SKYPE ou Google Meet são instrumentos que nos auxiliam também na melhor identificação daquele novo contato.

Como citou Abraham Lincoln, quando ninguém seria capaz de imaginar uma Internet, o seguinte:

“Pode-se enganar a todas as pessoas por algum tempo e a algumas pessoas durante todo o tempo, mas não se pode enganar a todos, o tempo todo!”

183 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail