Propaganda

Artigos

Tem muita coisa interessante acontecendo em Supply Chain (A era da Transformação Digital) – Por: Fabrícia Anjos. Gestora de Negócios para Soluções Logísticas na Loggikka. Palestrante e Criadora de Conteúdo Logístico. Pós-Graduação em Controladoria & Finanças e MBA em Logística e Supply Chain Mgmt., com mais de 24 anos de experiência profissional.

Está acontecendo um grande e rápido movimento de transformação de ordem socioambiental e digital global e, Startups, empresas logísticas, executivos da cadeia de suprimentos e outros, estão cada vez mais atentos a esta tendência. Por essa razão, as organizações estão investindo em mudanças decorrentes de IoT; digitalização; tecnologia, seja em seus principais produtos como na produção; marketing omnichannel; entre outros… realmente, tem muita coisa interessante acontecendo em Supply Chain.

É claro que essas tendências estão sendo impactadas para mais ou para menos, dependendo do segmento por causa da pandemia que estamos enfrentando por conta do Covid-19, seguido por altos índices de desemprego e oscilação na economia e consumo. Esses e outros indicadores, sem dúvida, trazem impacto na inovação, agilizando algumas iniciativas e retardando outras. Mas, aqui estão algumas tendências da cadeia de suprimentos em 2020/2021.

SUSTENTABILIDADE A Sustentabilidade é hoje uma das principais tendências da cadeia de suprimentos e está se tornando essencial, com clientes exigindo produtos ecológicos, destacando a importância de práticas da cadeia de suprimentos ecologicamente corretas como, por exemplo, mudar embalagens de plástico para papelão, embalagens menores, a revisão do uso do carbono, etc.;

LOGÍSTICA REVERSA. Há um movimento de mudança da cadeia de suprimentos linear tradicional para a circular, onde os fabricantes reutilizam e retrabalham produtos descartados e desgastados por meio de reformas ou reciclando componentes em matérias-primas. Além dos requisitos regulamentares para descarte e reutilização seguros de produtos descartados, há também uma indicação clara de que os clientes estão favorecendo e, portanto, preferindo empresas que reciclam materiais e muitas empresas já estão descobrindo valor adicional neste processo;

DIGITALIZAÇÃO. Digitalização da cadeia de suprimentos é um sistema inteligente e eficiente da cadeia de suprimentos que destrói silos, cria transparência e aprimora a capacidade de resposta, prevendo um ambiente digital que elimina os processos manuais e repetitivos, e fornece uma visão única da organização;
NUVEM. Os aplicativos da cadeia de suprimentos baseados na nuvem oferecem uma melhor experiência do usuário, maior funcionalidade e fácil acesso a novos recursos e versões, e são capazes de trabalhar e complementar o software no local, oferecendo flexibilidade, escalabilidade e alcance global, eliminando a necessidade de manutenção na infraestrutura de computação extensiva e cara;

CADEIAS DE SUPRIMENTOS OMNICHANNEL. Para atender à demanda dos clientes, as empresas farão grandes avanços no sentido de oferecer uma verdadeira experiência de compra omnichannel, de forma que os clientes comprem on-line ou em lojas físicas, com os requisitos simultâneos de atender pedidos individuais de clientes e reabastecer estoques nos pontos de venda. A mudança do suprimento monochannel e multicanal para o omnichannel exige um repensar completo da logística da cadeia de suprimentos.

IoT (INTERNET DAS COISAS). A Internet das Coisas (IoT) veio mesmo pra ficar. À medida que os custos caem, o número de empresas que usam dispositivos IoT cresceu de 13% em 2014 para 25% em 2019. E estima-se que, segundo o IDC, haverá um crescimento anual de 13,6% até 2022. Pois, as empresas passarão a monitorar e automatizar a reordenação de estoque, acompanhando as entregas, tudo em tempo real. Podendo, também, prever desgaste do equipamento, permitindo o pedido oportuno de peças de reposição, além de aumentar a transparência do processo da cadeia de suprimentos;

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL (IA) e MACHINE LEARNING. As organizações estão recorrendo a IA e ao Machine Learning (forma de IA que permite que um sistema aprenda a partir de dados) para simplificar tarefas e automatizar procedimentos, cada vez mais. Nos últimos 4 anos, por exemplo, houve uma expansão de 270% no número de empresas que usam inteligência artificial, com análises e algoritmos sendo usados para melhorar sistemas de planejamento e suporte a decisões, identificar padrões de compra, automatizando processos de armazenamento tediosos, gerenciando inventário e processos repetitivos de atividades humanas;

ROBÓTICA e AUTOMAÇÃO em Logística. No que diz respeito à flexibilidade e agilidade, muitas organizações já estão recorrendo à robótica para acelerar tarefas que exigem muito trabalho, e os robôs são ideais para tarefas repetitivas, como classificação, contagem e até mesmo para buscar e transportar produtos no armazém. Segundo a Federação Internacional de Robôs, espera-se que a demanda por robôs e cobots (robôs colaborativos) cresça 10% em 2020;

Análise conjunta de BIG DATA e LOGÍSTICA. Graças à digitalização da cadeia de suprimentos, ao crescimento da IoT e à maior disponibilidade de dados do cliente que o Big Data se faz presente. Atualmente, as empresas têm acesso a enormes quantidades de dados e estão usando isso para gerar inteligência de negócios, desde a compreensão de desempenhos passados até a previsão de demandas futuras. Ao utilizar o Big Data é possível redefinir a cadeia de suprimentos, determinando as preferências do cliente e as tendências do mercado.

Conclusão: Ao analisar todas essas tendências, é interessante observar o foco em IA, IoT e análises avançadas, que parecem estar se acelerando. O que também é notável é o novo foco na sustentabilidade e nas cadeias de suprimentos circulares, à medida que os clientes estão atentos aos resíduos e ao meio ambiente. Agências e cadeias de suprimentos omnichannel estão se tornando um padrão, enquanto o aumento da disponibilidade de Big Data significa que as organizações agora podem fechar o ciclo com análises prescritivas e tomar decisões informadas sobre a cadeia de suprimentos.

Referência Bibliográfica: – RIVERLOGIC, Top supply chain trends you need to know in 2020 em https://www.riverlogic.com/blog/

168 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail