Propaganda

Artigos

Profissionais do setor de turismo são contra alíquota de 25% de Imposto de Renda Retido na Fonte

Desde 1 de janeiro está em vigor a nova alíquota de IRRF de 25% para remessas internacionais. Este imposto impacta diretamente no custo de viagens internacionais.

As entidades do segmento do turismo tem atuado junto ao governo federal no intuito de reduzir a alíquota para 6.38% (mesma taxação de transações internacionais através de cartão de crédito) sem sucesso até o momento.

Este imposto de 25%, pelo impacto no valor das viagens, tira completamente a competitividade da industria de viagens brasileira e, segundo estudo das entidades,acabará com mais de 600 mil postos de trabalho gerando ainda mais desemprego e fuga de capital do Brasil.

Até o fim de 2015, remessas para pagamentos de serviços turísticos, de negócios e educacionais prestados no exterior eram isentas de Imposto de Renda Retido na Fonte, num limite mensal de R$ 20 mil. Para as agências de viagem, a isenção tinha o limite de R$ 10 mil por mês por passageiro. Com o fim do benefício fiscal previsto em lei no dia 31 de dezembro, a alíquota do tributo subiu para 25% no começo deste ano.

“Por este motivo estamos convidando a todos para acessarem o link http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR87880 para assinarem eletronicamente a petição pública. Se possievl divulguem aos seus amigos para que façam o mesmo.” Solicita Bianca Pontes,Gerente de Vendas D.M.Tur Viagens e Turismo, localizada da cidade de Santos
Turismo

640 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail