Propaganda

Artigos

Levy diz que deve trazer a inflação para 4,5%

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, declarou que a inflação deve ser levada para 4,5% ao ano e que o comportamento dos preços deve ser acompanhado o “tempo inteiro”, em entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo.

“Uma inflação alta cria incertezas, ela inibe os investimentos, além de ser uma forma que em geral as pessoas com menor renda acabam tendo um impacto maior”, afirmou.

Levy disse também que uma inflação baixa protege as pessoas de menor renda, e que “por isso é tão importante a gente estar trabalhando para continuar baixando a inflação”.

O ministro também afirmou que o câmbio “mudou um pouco”, o que influencia preços de energia elétrica, planos de saúde e combustíveis, por exemplo, trazendo dificuldades.

“Isso dificulta um pouco a administração da política monetária”, disse. “Se alguns preços administrados incorporarem de uma maneira muito intensa a variação do câmbio, dificulta porque ele repete ou realimenta a inflação”.

A declaração de Levy acontece no mesmo dia em que a inflação medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) passou de 0,71% em abril para 0,74% em maio, de acordo com o IBGE.

O acumulado dos últimos 12 meses chegou a 8,47%, quase o dobro do centro da meta (4,5%) e acima do teto de 6,5% estabelecido pelo governo.

Grande parte da alta se deve à energia elétrica, com impacto de 0,11 ponto percentual no número de maio.

 

609 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail