Propaganda

Artigos

Como as formas de pagamento oferecidas podem influenciar as vendas da loja- Por: Bianca Saburi é tradutora, criadora de conteúdo e copywriter

É inegável que a crise mundial causada pelo coronavírus teve impacto significativo no e-commerce. Segundo dados divulgados pela Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), os brasileiros deixaram de gastar R$22 bilhões no cartão de crédito em março de 2020. O número de vendas com cartão cresceu apenas 3,4%, o menor crescimento para o período desde 2007.

O aumento tímido das vendas com cartão de crédito pode ser explicado pelo momento de incertezas vivido pelo consumidor em meio a crise. As pessoas não querem se comprometer com altos gastos e correr o risco de não poderem pagar a fatura do cartão no fim do mês.

Apesar dessa redução, o cartão de crédito continua a ser o método de pagamento preferido dos clientes. Vale ressaltar também que as compras online tiveram alta de 23,2% e chegaram a R$ 86,7 bilhões em março de 2020. Diante desse cenário, o que os lojistas podem fazer para incentivar seus clientes a continuar comprando?

Dentre os elementos que influenciam os clientes na hora de concluir a compra estão os métodos de pagamento oferecidos pela loja. O consumidor tem preferências pessoais na hora de realizar pagamentos, e se a sua loja não oferece aquela forma de pagamento que ele deseja, as chances de esse cliente abandonar o carrinho são bem maiores.

Caso você esteja pensando em disponibilizar mais formas de pagamento em sua loja, existem alguns fatores que você precisa levar em consideração antes de escolher o melhor caminho para sua empresa.

Principais formas de pagamento no e-commerce

Para decidir quais métodos de pagamento são mais vantajosos para sua loja virtual, é importante entender primeiro as vantagens e desvantagens de cada um. Destacamos aqui algumas formas de pagamento que podem ajudar a atrair mais clientes.

Boleto bancário

Um dos métodos de pagamento mais populares entre brasileiros, cerca de 50% dos consumidores realizam compras online por boleto bancário. O problema é que 60% dos clientes que escolhem essa forma de pagamento não pagam o boleto, o que faz com que a compra não seja finalizada.

Em geral, esses clientes que escolhem pagar por boleto bancário usam o prazo de vencimento para decidir se querem de fato efetuar a compra. Com alguns dias para pensar, os consumidores acabam desistindo do produto.

A vantagem de aceitar boletos bancários como forma de pagamento é que sua loja pode atender consumidores que não possuem cartão de crédito ou que não dispõem de limite de crédito alto. Com a pandemia do coronavírus, esse método de pagamento pode se tornar mais atraente para os clientes que não querem se endividar em um momento de crise e preferem pagar à vista.

Cartão de crédito
Ainda que o uso de cartão de crédito em sites de e-commerce não tenha aumentado tanto como o esperado, trata-se de um crescimento de 14,1% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período em 2019. Além disso, 29% das transações com cartão de crédito correspondem a compras online.

Para o cliente, os principais atrativos dessa forma de pagamento são a praticidade e a possibilidade de parcelamento. No cenário de crise mundial em que vivemos, a compra parcelada pode encorajar mais clientes a efetuarem compras.

Já para o lojista, o pagamento em cartão de crédito é conveniente pois a compra é concluída imediatamente, ao contrário do boleto, que pode ser pago em até três dias. Quando o cliente paga por boleto, o produto fica preso em estoque até que a compra – ou a desistência – seja confirmada.

Carteiras digitais (e-wallets)

Carteiras digitais, como o Apple Pay e o Google Pay, são aplicativos que possibilitam o pagamento em lojas físicas ou virtuais diretamente do celular. De acordo com uma pesquisa divulgada em janeiro de 2020, 47% dos usuários que efetuaram compras na internet em 2019 usaram carteiras digitais para efetuar o pagamento pelo menos uma vez.

O problema é que a maioria das lojas virtuais ainda não está preparada para esse método de pagamento. Segundo a mesma pesquisa, 95% dos entrevistados indicaram que o varejo (e aqui entram tanto as lojas físicas quanto as virtuais) já deveria ter estrutura para aceitar carteiras virtuais como forma de pagamento.

Entre as vantagens de aceitar carteiras digitais em sua loja virtual, estão a maior segurança antifraude, uma vez que a identidade do comprador já foi verificada, e a melhor experiência do usuário, pois seu cliente poderá comprar sem preencher formulários e efetuar o pagamento diretamente do celular.

Ofereça diferentes formas de pagamento em sua loja
Na hora de escolher quais formas de pagamento oferecer aos clientes, é fundamental que a plataforma de gerenciamento da sua loja esteja bem integrada à de pagamento. A integração ineficiente do método de pagamento com sua loja tem impacto significativo na experiência do usuário, que pode não se sentir seguro de compartilhar dados para pagamento e acabar desistindo da compra.

Confira a seguir duas opções que oferecem bastante suporte para os lojistas e simplificam o processo na hora de receber pagamentos na loja virtual.

Gateway de pagamentos

Os gateways de pagamento se mostram como solução para quem precisa organizar melhor os pagamentos recebidos; o lojista pode contratar um gateway de pagamento, que por sua vez lidará com os bancos e as operadoras.

Ao optar por um gateway de pagamento, você pode oferecer diversas formas de pagamento sem se preocupar em administrar diversas parcerias ao mesmo tempo. Em geral, os gateways de pagamento dão a possibilidade de organizar pagamentos e gerar relatórios financeiros na mesma plataforma.

A principal desvantagem é que não é responsabilidade do gateway de pagamento garantir o controle de fraudes. Apesar de a parceria com um gateway de pagamento trazer facilidades para o gerenciamento da loja, o lojista continua encarregado de garantir a segurança dos dados dos clientes.

Carteiras digitais (e-wallets)
Carteiras digitais, como o Apple Pay e o Google Pay, são aplicativos que possibilitam o pagamento em lojas físicas ou virtuais diretamente do celular. De acordo com uma pesquisa divulgada em janeiro de 2020, 47% dos usuários que efetuaram compras na internet em 2019 usaram carteiras digitais para efetuar o pagamento pelo menos uma vez.

O problema é que a maioria das lojas virtuais ainda não está preparada para esse método de pagamento. Segundo a mesma pesquisa, 95% dos entrevistados indicaram que o varejo (e aqui entram tanto as lojas físicas quanto as virtuais) já deveria ter estrutura para aceitar carteiras virtuais como forma de pagamento.

Entre as vantagens de aceitar carteiras digitais em sua loja virtual, estão a maior segurança antifraude, uma vez que a identidade do comprador já foi verificada, e a melhor experiência do usuário, pois seu cliente poderá comprar sem preencher formulários e efetuar o pagamento diretamente do celular.

Ofereça diferentes formas de pagamento em sua loja
Na hora de escolher quais formas de pagamento oferecer aos clientes, é fundamental que a plataforma de gerenciamento da sua loja esteja bem integrada à de pagamento. A integração ineficiente do método de pagamento com sua loja tem impacto significativo na experiência do usuário, que pode não se sentir seguro de compartilhar dados para pagamento e acabar desistindo da compra.

Confira a seguir duas opções que oferecem bastante suporte para os lojistas e simplificam o processo na hora de receber pagamentos na loja virtual.

Gateway de pagamentos

Os gateways de pagamento se mostram como solução para quem precisa organizar melhor os pagamentos recebidos; o lojista pode contratar um gateway de pagamento, que por sua vez lidará com os bancos e as operadoras.

Ao optar por um gateway de pagamento, você pode oferecer diversas formas de pagamento sem se preocupar em administrar diversas parcerias ao mesmo tempo. Em geral, os gateways de pagamento dão a possibilidade de organizar pagamentos e gerar relatórios financeiros na mesma plataforma.

A principal desvantagem é que não é responsabilidade do gateway de pagamento garantir o controle de fraudes. Apesar de a parceria com um gateway de pagamento trazer facilidades para o gerenciamento da loja, o lojista continua encarregado de garantir a segurança dos dados dos clientes.

131 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail