Propaganda

Artigos

Banco Central da China corta taxas de juros pela sexta vez desde novembro

Consumidores na China não se abalam – Tomohiro Ohsumi/Bloomberg

O banco central da China cortou as taxas de juros pela sexta vez desde novembro nesta sexta-feira (23), em outra tentativa para tentar conter a desaceleração da segunda maior economia do mundo.

O Banco do Povo da China informou em seu site que reduziu a taxa de empréstimo bancário referencial de um ano em 0,25 ponto percentual, para 4,35%, entrando em vigor a partir deste sábado (24).

O banco central também cortou a taxa de compulsório (dinheiro que fica retido com o BC) dos bancos, pela quarta vez neste ano. A redução foi de 0,50 ponto percentual para todas as instituições financeiras, chegando a 17,5% nas maiores.

A China tem adotado neste ano seu mais agressivo ciclo de afrouxamento de política monetária (redução de juros) desde a crise financeira global de 2008, com autoridades buscando reacender uma economia afetada pela demanda fraca e capacidade industrial excedente.

DESACELERAÇÃO
A economia da China cresceu 6,9% no terceiro trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2014. Foi a menor taxa de expansão verificada desde o primeiro trimestre de 2009.

O desempenho indica que as medidas de estímulo adotadas pelo governo nos últimos meses ainda não foram suficientes para reanimar a economia do país. A desaceleração vem sendo maior do que a esperada.

Pequim trabalha para que a economia registre expansão de cerca de 7% em 2015. De janeiro a março, a alta no PIB (Produto Interno Bruto) foi de 7,3%. Nos dois trimestres seguintes, o aumento foi menor, de 7%.

bANCO DA CHINA

386 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail