Propaganda

Artigos

Afinal, pra que serve um advogado? Por: Tatiana Gomes é advogada na Fass

Você já deve ter ouvido alguém falar que “O advogado é indispensável à administração da justiça”. Está lá no artigo 133 da Constituição Federal.

Com respaldo no suprassumo do ordenamento jurídico, ser “dotô” vai muito além de ganhar ou perder um processo. É comum, e natural, fazer essa associação da advocacia com processos, burocracia, litígios e problemas em geral. Sem dúvida você vai precisar dos conhecimentos técnicos de um advogado para te assistir em uma ação.

Data venia, não se engane. Somos muito mais do que tradutores de “juridiquês”.

Sabe aquele ditado: melhor prevenir do que remediar? Pois é, ter uma boa assessoria jurídica funciona mais ou menos assim.

Que tal mudar seu mindset? Pense no advogado como um parceiro no seu negócio, e não somente como o cara de terno que te socorre quando o problema aparece.

Olhe para dentro da sua empresa.

·        Seus contratos estão redigidos em linguagem que você entenda, e da melhor forma para evitar problemas futuros?

·        Já pensou em fazer uma revisão tributária e ver onde é possível economizar?

·        Está ciente das últimas alterações trabalhistas e sabe a melhor forma de implementá-las?

·        Sobre os inadimplentes, tem um plano de ação para recuperar o crédito?

·        Está adiando aquela conversa tensa entre os sócios para alinhar a participação na empresa?

·        E os procedimentos internos, estão alinhados com o Código de Defesa do Consumidor, a fim de manter a boa reputação da empresa e evitar reclamações no Procon e na Justiça?

Esses são pequenos exemplos. Cada empresa tem uma peculiaridade e uma necessidade diferente.

Encontrar modelos de ações e contratos no Google é fácil. Já atrelar o conhecimento jurídico com os objetivos e modelo do negócio não se encontra em qualquer esquina.

Em meio à pandemia do Covid-19, a relevância constitucional dada à advocacia se mostra ainda mais pertinente. Inúmeras Portarias, Decretos, Medidas Provisórias. Toda essa legislação regula as relações sociais e impactam diretamente na vida das pessoas, físicas e jurídicas.

Como colocar tudo isso na prática? Qual a melhor estratégia para o seu caso? Nós, advogados, estamos aqui para facilitar e ajudar a encontrar a melhor solução. A gestão jurídica da empresa vem antes, e vai muito além de um processo no Tribunal!

Sem dúvidas o advogado é indispensável à administração da justiça. Mas diria também que é indispensável à administração das injustiças, das crises e dos negócios.

216 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail