Propaganda

Artigos

A Sociedade perfeita e o Grupo de WhatsApp perfeito – Por: CESAR ROMÃO é formado em Direito, com mestrado em psicologia Organizacional em Administração, MBA em Marketing e cursos de extensão pelas universidades da Califórnia, Berkeley e Richmond. Escritor e conferencista, tem muitos livros publicados, inclusive em países como Portugal, Espanha, Itália, Suíça, Áustria e Alemanha.

Nossa visão de sociedade vai se tornando imperfeita quando abandonamos nossa condição humana para viver uma condição social onde nossos valores são avaliados pelo ano de nosso automóvel, pela busca do “pseudo poder”, por quantos seguidores temos nas mídias sociais ou até mesmo pelo grau de aceitação de nossas ideias em nosso meio de convívio.

Não aprendemos com o passado e repetimos os mesmos erros no presente.

Estamos sempre procurando os meios perfeitos para uma sociedade imperfeita ou utópica, com diferenças sociais e culturais, comportamentos acentuados que causam o “nós contra eles” e tanto afastamento entre as pessoas que deveriam estar mais unidas.

Em sua obra “A República”, Platão sugere uma sociedade imaginária, num processo contínuo de que se todos imaginarem ela se tornará real. O escritor Thomas More, escreveu a obra “Utopia”, também abordando a sociedade perfeita inspirado em Platão.

Talvez pequenas atitudes como: gentileza, tolerância, coexistência, colocar-se no lugar do outro, sorrir mais, respeitar mais, compreender mais e praticar os conceitos milenares, possam nos levar a reduzir nossas imperfeições como seres sociais.

Expor nossas ideias nos coloca em risco atualmente na sociedade e nas mídias sociais, principalmente no WhatsApp. Tem momentos em que as coisas perdem o controle por completo e reduzimos nossa inteligência a uma obsolescência programada.

A americana Jennifer Harris queimou a casa da melhor amiga pelo simples fato dela tê-la excluído do Facebook. Na sociedade e no WhatsApp queimamos pontes de amizades pelo simples fato delas discordarem do que pensamos.

Temos de reduzir o desperdício de ideias, fazer o básico e ajustar nosso processo temporal e social, incentivar o possível e não o provável.
Em Sima de Los Huesos de Atapuerca em Burgos no norte da Espanha, encontraram ossos de 28 indivíduos de diferentes idades que foram ancestrais dos Neandertais, que viveram nessa região há 400.000 anos. Se trataria do primeiro santuário da humanidade segundo pesquisadores e também a prova mais antiga de um comportamento funerário de uma acumulação coletiva de restos fósseis humanos.

Nestes tempos o instagram era as pinturas rupestres, onde as tribos registravam suas passagens de vida, o WhatsApp a fogueira onde temas eram colocados em pauta. Deviam ter diferenças como temos hoje, mas no final sabiam que precisavam permanecer juntos até o limite da existência, e a descoberta arqueológica de Sima de Los Huesos de Atapuerca demonstra isto.

Atualmente falta humildade de quem coloca ideias, falta humildade de quem discorda delas e falta humildade de quem critica estas ideias.

Nossa evolução completa sua missão apenas quando nos mantemos unidos como seres humanos e não como mentes adversas. Aqueles que tentaram unir pessoas por suas mentes adversas se tornaram os ditadores dos povos e envergonharam a história da humanidade.

Valorize os princípios fundamentais da vida e não a discordância em Grupos de WhatsApp que amanhã farão parte das coisas inúteis às quais dedicamos nosso precioso tempo.

Aprecie as ideias diferentes das suas, respeite-as, reflita sobre elas, exponha as suas com elegância e respeito, saiba que nem sempre ter razão te leva mais longe de onde você está agora. Até mesmo um relógio quebrado acerta a hora duas vezes ao dia.

Somos abençoados quando fazemos e fortalecemos nossas amizades e ignorados quando esfolamos nossas amizades. Se sua opinião é tão boa não precisará ser imposta pela razão, ela será reconhecida por despertar uma nutritiva emoção.

75 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail