Propaganda

Artigos

7 principais obstáculos na criação de novos negócios

Saiba quais são as dificuldades mais comuns enfrentadas por empreendedores iniciantes, e o que fazer para superá-las

O empreendedorismo está diretamente conectado com o poder de iniciativa necessário para se dar passos em rumo ao desconhecido, e ter gás para enfrentar adversidades.

Os obstáculos da jornada no mundo dos negócios são, muitas vezes, inevitáveis. Portanto, compreender quais são as entraves desse universo podem ajudar na compreensão de que alguns medos e dores não são paranoia do empreendedor iniciante, e sim dificuldades compartilhadas por aqueles que estão dando os primeiros passos.

A Forbes divulgou no dia 20 de outubro uma lista com 7 obstáculos que podem impedir a criação de novos negócios ― e o que pode ser feito para superá-los. Confira:

A falta de recursos financeiros é, sem dúvidas, o maior obstáculo para que pessoas adentrem no mundo do empreendedorismo. Mas há meios de se superar essa dificuldade. Uma das formas é a busca por financiamento, criando um bom pitch para a nova ideia a ser investida, e correr atrás de investidores-anjo ou programas de financiamento do governo, incubadoras ou aceleradoras de startups.

Whow! também sugere outras técnicas, como a metodologia Effectuation, que mostra novos vieses para se começar a empreender através de recursos que a pessoa já possui em seu entorno.

Inexperiência

Segundo a Forbes, a inexperiência é o segundo principal medo do empreendedor iniciante. Afinal, tornar-se um empresário de sucesso geralmente exige experiência. Entretanto, uma forma de compensar a inexperiência é focar em cursos online nas áreas desejadas, sobretudo gestão, planejamento estratégico e liderança, jamais subestimando a necessidade de estudo formal para se prender a liderar.

Falta de ideias relevantes

Negócios sólidos dependem de um pouco mais do que de ideias; dependem destas ideias terem relevância no mercado. E esse entendimento do que pode ser um simples desejo do empreendedor ou algo que, de fato, resolva alguma dor da sociedade, muitas vezes andam em desarranjo.

Felizmente, segundo a Forbes, existem maneiras de estimular a geração de ideias mais promissoras, como as técnicas de mapas mentais e word banking, que podem fazer a criatividade fluir.

Além disso, conversar com pessoas, ler conteúdos empreendedores e adotar uma abordagem mais crítica para o brainstorming também podem ajudar.

Responsabilidades civis

A falta de tempo é um enorme problema na vida de quase todo ser humano adulto. Empreendedores iniciantes, em muitos casos, precisam dar o start em seu novo negócio em paralelo a um emprego formal, além de cuidar de todas as outras responsabilidades cotidianas, para que possam pagar as contas enquanto o empreendimento não engrena. E equilibrar todos esses pratos pode ser um desafio e tanto.

A sugestão da Forbes, nesse caso, seria criar uma lista de todas as responsabilidades existentes, em ordem de prioridade, e remover aquelas que não são realmente necessárias. Também é importante considerar alternativas que possam ajudar com as tarefas do dia a dia, como contratar serviços domésticos, por exemplo.

Medo de fracassar

Este é um medo menos irracional do que parece, afinal, as taxas de fracasso para novos negócios são altas em muitos países. Segundo o Sebrae, quase 50% das novas empresas não completam o 5º ano de vida no Brasil, por exemplo.

Para andar na contramão das estatísticas, a sugestão é desenvolver autoconfiança em si mesmo e nas próprias ideias, além de sempre dialogar com empreendedores experientes e buscar capacitação local para teorias administrativas.

Aversão ao estresse ou esforço

De fato não é fácil entrar no universo dos novos negócios. Muito esforço será exigido, e situações estressantes surgirão cedo ou tarde. Dentre essas situações está o fato de que muitos empreendedores iniciantes precisam trabalhar mais do que 40 horas por semana nos primeiros anos de uma nova empresa, até que ela comece a andar com as próprias pernas.

Portanto, é preciso uma mudança de mindset no caso de existir o real desejo de empreender, mas ao mesmo tempo não conseguir dar conta de uma jornada de trabalho mais extensa que o tradicional CLT. “Lembre-se de que todo esse trabalho duro estará a serviço de você mesmo, não de um empregador. Enquanto os riscos estão com você, as recompensas também estão”, sugere a notícia.

Timing ruim

Por fim, a matéria lista o momento presente como um grande obstáculo para quem está começando. Muitas pessoas escutam que é preciso esperar pela hora certa para se começar algo novo, mas a verdade é que dificilmente existe a hora certa para algo do qual não se tem experiência.

O importante é dar o primeiro passo e criar o seu próprio tempo certo. “Se você sente atração pelo empreendedorismo, mas continua inventando desculpas para evitar começar, você deve desafiar essas desculpas e tentar superá-las”, finaliza a Forbes.

205 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail