Propaganda

Artigos

Região Centro-Oeste tem dois estados entre os maiores em potência instalada

Supermercado Varejão, em Goiás, é um dos estabelecimentos movidos à energia limpa

Cortar custos, ser sustentável e ter rentabilidade. Esses são alguns objetivos da população de Goiás que possui estabelecimentos comerciais, residenciais, usinas e demais locais de fácil aderência à energia fotovoltaica. Em nono lugar no ranking estadual de geração distribuída, o estado é destaque nesse segmento, junto a Mato Grosso – em sexto lugar, no mesmo ranking. Inclusive, a capital de Goiás, Goiânia, é a oitava, entre os municípios brasileiros, em potência instalada (MV), segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), atualizados em maio deste ano.

O estado ser provido de sol o ano todo é um fato que encoraja ainda mais o investimento na região. Foi pensando nessa vantagem climática que o Supermercado Varejão, em Valparaíso (Goiás), optou pela mudança no consumo de energia ao instalar dez inversores da Fronius (5 Eco 27 kW, 3 Symo 15 kW e 2 Symo 12,5 kW).

“É importante que toda a estrutura seja de boa qualidade, desde a instalação até os painéis e inversores, para que o projeto tenha êxito. A energia fotovoltaica veio para ficar. Acreditamos muito neste projeto no Brasil e torcemos para que o governo também apoie essa causa. Até hoje, já projetei mais de 100 sistemas com inversores exclusivamente Fronius, em oito estados diferentes, em clientes de diversos segmentos – rural, residencial e comercial -. O projeto do Supermercado Varejão, especificamente, é uma parceria com a instaladora Capital Solar, empresa que também realiza a operação e a manutenção do sistema”, conta Alex Vilarindo, projetista e consultor técnico em energia solar. Com o novo sistema solar de 255 kWp de potência total, haverá redução de 98% nos custos mensais com energia elétrica.

O retorno financeiro desse tipo de investimento costuma vir entre três e cinco anos. “Depende de alguns fatores, como o tamanho do sistema fotovoltaico instalado, investimento total realizado, geração média mensal do sistema e tarifa de energia elétrica do município. Por isso, é fundamental avaliar as necessidades do dono antes da compra. Ainda assim, é uma opção que vale a pena, porque o retorno é garantido”, comenta Alexandre Borin, gerente da Unidade de Negócios de Energia Fotovoltaica da Fronius.

O mercado, no geral, tem apresentado otimismo com a nova fonte de energia. Segundo dados da ANEEL, somente no primeiro trimestre deste ano, foram registradas 13.941 novas instalações no Brasil, 134,97% a mais em relação ao mesmo período de 2018, quando 5.933 sistemas fotovoltaicos foram conectados à rede das distribuidoras do país, ou seja, são 157,3 megawatts (MW) acumulados até março de 2019, quantidade 132,69% maior do que os 67,6 MW do mesmo período de 2018. O resultado vai de encontro com o sétimo objetivo do Desenvolvimento Sustentável da ONU, que visa, até 2030, aumentar substancialmente a participação de energias verdes na matriz energética global.

“Hoje, todos os setores industriais, sem exceção, estão em busca de opções renováveis para reduzirem seus custos. A energia fotovoltaica pode ser aplicada no agronegócio (frigoríficos, usinas de açúcar e álcool, etc.), indústrias, hospitais, hotéis, enfim, há uma infinidade de segmentos que podem usufruir dos benefícios dessa energia. O ano passado crescemos mais de 100% nesta unidade de negócios e este ano e atualmente somos responsáveis por mais de 30% do market share”, explica Borin.

Funcionamento do sistema fotovoltaico

Se você ainda tem dúvidas sobre como funciona essa nova tecnologia, confira, abaixo, algumas informações.

1- As placas ou paineís solares possuem células fotovoltaicas que quando recebem raios solares captam a energia solar e transformam em energia elétrica.

2 – As placas são conectadas aos inversores solares (inversor solar da Fronius ao lado direito), responsáveis por converterem a energia gerada em eletricidade. Há plataforma modernas on-line que permitem o monitoramento de tudo o que acontece na instalação.

3 – Logo em seguida, toda energia gerada é conectada na rede e chega até o “quadro” de luz, no qual é responsável por distribuir toda a energia na residência.

A energia solar fotovoltaica é uma das fontes de energia mais limpas e sustentáveis. Países como Estados Unidos, Alemanha, China, Itália, Japão e Espanha já estão usando todo o potencial do Sol em grande escala.

Sobre a Fronius

A Fronius está localizada em São Bernardo do Campo (SP). Com mais de 20 anos no Brasil, a Fronius é composta de três unidades de negócios: Energia Solar; Tecnologia de Soldagem e Carregadores de Baterias para todos os tipos de veículos e para centros de distribuição e por uma equipe de mais de 70 profissionais extremamente competentes para atender em todo o país, através de mais de 30 representantes e filiais em todo território nacional.

53 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail