Propaganda

Artigos

Queda do avião na França é provocada pelo Copiloto

A mídia escrita, falada e televisionada, apresentou nos últimos dias com indignação a queda da aeronave Francesa, que resultou na morte de 150 passageiros.
Isto nos remete a pensar, o que levou o copiloto a cometer um ato de tal inconsequência.
Quando falamos em Segurança do Trabalho, classificamos os acidentes da seguinte forma:

Ato inseguro e Condição Insegura.

ATO INSEGURO: É toda conduta ou comportamento, que gera de uma decisão desnecessária a ocorrências de acidentes.

Nesta condição, as estatísticas mostram que 88% dos acidentes de trabalho, tem como causa o ato inseguro.

CONDIÇÃO INSEGURA : São falhas ou irregularidades no meio ambiente ou nos locais de trabalho que comprometem a segurança do trabalhador, expondo-o a riscos eminentes de se acidentar.

Hoje, existem outros fatores que devemos levar em consideração e entre eles o de maior importância é o “FATOR PESSOAL DE INSEGURANÇA”, também conhecido como “FATOR PSICOLOGICO”.

FATOR PESSOAL DE INSEGURANÇA: É causa relativa ao comportamento humano, que propicia a ocorrência de acidentes.

EX.: Doença na família, excesso de horas trabalhadas, problemas conjugais, depressão, etc.

Neste sentido, tentamos explicar acidentes que fogem do controle e vitimam um grande número de pessoas.

Esta na hora de analisarmos nossos colaboradores de uma forma mais ampla, e não somente com exames admissionais, demissionais e periódicos.
Precisamos juntamente com os exames de praxe, submete-los a exames psicológicos e traçarmos um perfil pessoal de cada um, verificando também o que se passa fora da empresa em seu meio sócio – econômico.

Nos dias de hoje, os empregados estão expostos a fatores externos que acabam influenciando na sua vida laboral e por estes motivos levando-os a cometer ou se envolverem em acidentes do trabalho de forma inconsciente.

Quando falamos em acidente, nunca podemos esquecer da prevenção, pois temos como obrigação de manter e preservar a vida, como preceitua a portaria do MTE 3214 de 1978, também considerando – se que o nosso Código Penal quando em seu Art. 132 diz: “Configura-se crime, expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto ou eminente.

Estamos aqui mais uma vez, tentando esclarecer e conscientizar, que atitudes e formas prevencionistas, salvam vidas e quando seguimos as Normas de Segurança, não protegemos apenas o trabalhador, estamos protegendo aquilo que ele tem de maior valor. “A Família” Senhor Empregador, lembre-se investir em segurança, pode salvar a sua Vida!

Por: João Carlos Tobias

Graduado em Administração Pública, Segurança do Trabalho e Gestão de Pessoas pela FGV, professor de Segurança do Trabalho e Desenho Técnico para mecânico de aviação na EACON (Escola de Aviação Congonhas) de Santos, Síndico há 13 anos, Membro Efetivo do CONSEG de Itanhaém/SP e funcionário da Polícia Cientifica do Estado de SP, há 35 anos.

306 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail