Propaganda

Artigos

Mães empreendedoras da área kids ganham oportunidade de crescer com nova loja colaborativa

Ser mãe e empresária parece ser uma combinação difícil, afinal um filho requer muita atenção e cuidados, e uma empresa também. Mas, isso se tornará mais simples a partir do dia 17 de agosto para algumas mamães empreendedoras santistas. É que a Cidade ganha nesta data sua primeira loja colaborativa infantil em um shopping.

A marca carioca Azeitona Kids trouxe para a Baixada Santista um conceito ainda pouco conhecido por aqui que é o de locar espaços para produtores independentes comercializarem as suas peças, todos no mesmo ambiente. A loja terá espaço para 20 empreendedoras dividirem os custos e clientes, de maneira organizada e com concorrência interna reduzida, com a seleção cuidadosa de marcas que concorram o mínimo possível, mas que sim se complementem. Ou seja, com apenas uma única opção de empresa de calçados infantis femininos, uma única comerciante de roupas para bebês, e assim por diante.

“A ideia é criar a possibilidade do público conseguir ver diversos produtos em um único espaço, e ali mesmo comprar roupas infantis, acessórios, sapatos”, explica uma das sócias da Azeitona Kids e idealizadoras do projeto, Monica Menezes.

A marca carioca traz para Santos seu portfólio de roupas infantis para meninas de 6 meses a 8 anos. Além dela, as mamães terão opção de conhecer outras marcas parceiras que também estarão a partir de agosto no shopping, com calçados e acessórios para bebês, fitas de cabelo, roupas para meninos, enxovais para bebês, entre outras. Na inauguração, a partir das 14 horas, haverá um grupo de contação de estórias para interagir com as crianças com muita diversão e brincadeira.

A ideia da loja colaborativa é unir forças, mas principalmente, incentivar outras mães empreendedoras a darem mais um passo em direção aos seus sonhos, mas unindo os negócios ao amor incondicional pelos filhos. Foi assim que aconteceu com a Monica e a sócia Cleide, quando há cerca de dois anos, quando elas engravidaram. Monica já estava no mercado tradicional, e trabalhava mais de 12 horas por dia. Prestes à ganhar bebê, percebeu que não conseguiria voltar após a licença maternidade, e encantada pelo mundo kids, optou por empreender para poder ficar mais próxima da pequena Esther.

No Rio de Janeiro a loja funcionou em grande parte do tempo como E-commerce, e a empresa também participou de muitos bazares. Ao mudar com a família para Santos, Monica sentiu que poderia expandir os negócios e ajudar outras mulheres a empreender e serem mães, sem que uma coisa atrapalhe a outra. “Além de podermos dividir os custos, estamos em um local excelente, e todos vão poder se ajudar. Quero que as mulheres saibam que podem sim ser mães e terem seus negócios prósperos”, finaliza.
Para quem tem o sonho de empreender e é da Baixada Santista, a loja ainda tem oportunidade para cadeiras em aberto de produtos que ainda não são vendidos.

316 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail