Propaganda

Artigos

Empresa americana desenvolve projeto piloto de inglês com ex-alunos do Conecta Santos

A empresa americana Pragmatix Language Systems fez parceria com o Instituto Crescer no desenvolvimento de um projeto piloto para ensinar ex-alunos do Conecta Copersucar Santos a aprenderem a língua inglesa. Com uma carga horária total de 60 horas, o projeto será realizado através de uma inovadora metodologia chamada R-K.

“A metodologia de ensino R-K (nomeada de acordo com as iniciais da criadora Shirlene Rossi-Kennedy) é baseada em 11 mecanismos que correspondem às mais importantes estruturas da língua inglesa, podendo através dos seus aprendizados, desenvolverem novos discursos no idioma baseados em seus conhecimentos prévios.”

Aproximadamente 30 candidatos passaram por um processo seletivo e quatro pessoas foram escolhidas para frequentarem as aulas por um mês. Já nos primeiros dias de aplicação da metodologia, os alunos participantes perceberam diferenças na aprendizagem em comparação ao ensino tradicional.

“Eu estou realmente gostando de viver essa experiência. Aqui eu consigo, muito além de aprender a língua inglesa, ganhar mais confiança para falar em público”, destaca a aluna Silvia Manoela.

Segundo a CEO da Pragmatix Language Systems Shirlene Rossi-Kennedy, apesar do processo de absorção ser mais complexo no início, todo o aprendizado seguinte se torna fluido. “As primeiras dez horas são as mais difíceis. Pois os alunos, além de estarem se adaptando a uma dinâmica completamente diferente, falam do começo ao final da aula seguindo uma sequência organizada de acordo com a Metodologia R-K. Uma vez vencida esta etapa, eles já estão completamente envolvidos e comprometidos, pois o desenvolvimento mental e da fala já estão ocorrendo exponencialmente e o amadurecimento emocional já começa também a se revelar. A partir desse momento, deve-se apenas continuar o processo e alcançar o objetivo que é o domínio dos onze mecanismos da língua inglesa que propulsiona a fala”.

Após o período de 30 dias de aula, durante a formatura da classe, os quatro alunos selecionados apresentaram uma habilidade de comunicação muito superior, com tempos de resposta mais ágeis, estruturas melhor elaboradas e muito mais conforto para se expressar em público, já que os mesmos discursaram em inglês a todos os presentes.

“Foi incrível ver a desenvoltura destes jovens em tão pouco tempo e mais ainda, a felicidade deles em se verem capazes de entender e se comunicar por meio de um idioma universal e que até então parecia uma possibilidade inatingível. Este é o verdadeiro sentido de inclusão e equidade, quando do todos são capazes de fazer parte de um mesmo mundo que é de um mesmo tamanho para todo mundo”, destaca a diretora técnica do Instituto Crescer – Luciana Allan.
Como análise final do trabalho, Shirlene faz uma excelente avaliação do projeto piloto. “Os alunos do projeto piloto em Santos venceram todas as etapas com coragem, determinação, alegria, competência e gratidão. Trabalhar com eles foi uma experiência inesquecível para mim e estarão eternamente no meu coração, pois com cada um deles, eu aprendi também”, afirma.

“Sou muito grata ao Diego Andrade que nos assistiu de forma incomensurável nesta trajetória e ao Instituto Crescer pela oportunidade e espero que possamos crescer ainda mais juntos. Não poderia, entretanto, finalizar sem agradecer a cidade de Santos que nos recebeu com tanto carinho. Em alguns momentos, estando fora do Brasil, nos esquecemos do que é o calor humano e aqui em Santos me identifiquei tão profundamente com esse sentimento. Desejamos a todos paz, saúde, alegria e prosperidade, sempre”, completa Shirlene.

Sobre a Professora

· Brasileira/Americana;

· Aprendeu a falar a língua inglesa por conta própria aos 28 anos;

· Adquiriu um histórico de sucesso ensinando profissionais a falar Inglês nas primeiras horas, sem livros didáticos convencionais, por mais de 18 anos (BR, EUA);

· Descobre que o seu trabalho implementa teorias importantes (Mestrado 2013 / Universidade do Arizona);

· Reconhecimento pelas Universidades do Arizona e Pensilvânia onde fica o centro de estudos da teoria do desenvolvimento mental;

· Desenvolveu sua própria metodologia chamada Rossi-Kennedy (R-K), que conta com um desenho instrucional/método e sistema de avaliação únicos no mundo (Patente Intelectual Pendente)

· Abriu sua própria empresa: Pragmatix Language Systems, para treinar em 60 horas, pessoas em todo o mundo a falar o idioma.

265 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail