Propaganda

Artigos

Crise impulsiona mercado de coaching

Com cortes de investimentos nas empresas e demissões, quem procura por coaching quer se destacar no cargo ou iniciar nova carreira.

A crise econômica brasileira está afetando todos os segmentos no mercado de trabalho. Quem está empregado, quer se destacar e manter o emprego. Quem está procurando por uma nova oportunidade, precisa reinventar a carreira e mostrar a experiência e capacidade de resolver problemas. O coaching pode ajudar todos esses profissionais por meio do autoconhecimento e auxílio para desenvolver potencialidades.

Segundo Ana Pliopas, do Hudson Institute of Coaching, no último ano a procura por coaching de pessoas físicas vem aumentando, ou seja, mais pessoas estão procurando por essa modalidade de desenvolvimento profissional, em detrimento de empresas que contratam coaches para aperfeiçoarem seus colaboradores.

Para a coach, esse é um termômetro do momento atual vivido no país. “Essas pessoas que estão procurando o coaching sabem que o mercado vai sair diferente dessa crise, e já estão buscando uma nova forma de se reinventarem”, comenta Pliopas.

Outro tipo de coaching que vem crescendo é dos profissionais experientes que querem dar um novo rumo para a carreira. Muitos profissionais sênior estão buscando alternativas para alcançarem a satisfação pessoal no trabalho. Mudar de mercado ou até mesmo empreender no negócio próprio são alternativas, e o coaching pode ajudar no planejamento dessa nova rota, estabelecendo metas concretas.

Para Ana Pliopas, essa tendência também aumentou após os primeiros sinais da crise. “No cenário atual, nenhum cargo oferece estabilidade, por isso os profissionais estão buscando por um trabalho que dê sentido e satisfação. O coaching ajuda a avaliar se esse sonho pode ser concretizado e em quanto tempo o profissional estará pronto para assumir esses riscos”, explica.

Fonte: Empreendedor

coaching

621 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail