Propaganda

Artigos

Comunicação interna: o óbvio não existe – Por: Viviane Nishiura Consultora Empresarial Especialista em Desempenho

É muito comum notarmos gestores e colaboradores reclamando da falta de comunicação organizacional. Muitas vezes, a dificuldade não é percebida diretamente, é sentida quando uma tarefa ou um projeto não saem como programado, ou com o resultado esperado. Isso acontece tanto em procedimentos novos e momentos de mudança quanto em processos já executados no cotidiano.

Você já sentiu que sua equipe tem dificuldades de executar tarefas que já deveriam saber, ou não cumprem prazos que deveriam estar intrínsecos à sua operação? Quando há necessidade de desenvolver um projeto novo, qual seu grau de confiança de que ele realmente vai acontecer da forma que você espera?

Quando seu gestor apresenta um desafio ou uma dificuldade a ser resolvida, fica claro para você quais os objetivos dele com a proposta? Ou você sai da reunião com dúvidas que muitas vezes nem consegue elaborar para serem tiradas?

Pensando em comunicação no ambiente corporativo, em geral, como transitam as informações entre as áreas? Os procedimentos, prazos e mudanças necessárias em seu setor são realmente compreendidos e cumpridos por outras? Pode-se facilmente encontrar exemplos de como as áreas dentro de uma empresa têm dificuldade de compreender as necessidades e urgências umas das outras. O financeiro reclamando dos prazos de pagamento apertados, o setor de compras pedindo mais detalhes de um produto, o RH colocando cronogramas e regras que ninguém olha, o operacional precisando de autorizações e demandas, e, pior de tudo, o cliente esperando de fora que toda essa confusão se resolva.

A área de comunicação, geralmente ligada ao marketing, também não é diferente. Ela comunica para fora, não para dentro. É alarmante o número de empresas que não divulga novos produtos e serviços internamente. Os funcionários, principalmente das áreas administrativas, cujas tarefas pouco ou nada influenciam na atividade fim do negócio, ficam alienados de qualquer mudança ou novidade de mercado. De acordo com levantamentos em treinamento de comunicação empresarial, o sentimento gerado é bastante negativo. Trabalhar em um lugar e não ser informado das novidades enviadas aos clientes causa desmotivação e a sensação de ser completamente dispensável, e nada especial.

A gama de problemas relacionados à falha na boa comunicação na empresa é enorme e bastante impactante, uma vez que desmotivação, erros, retrabalho e descumprimento de prazos acarretam consequências graves para qualquer negócio.

Todas essas questões remetem à comunicação empresarial. Por que isso ocorre?

A maioria das pessoas, e isso se aumenta de importância quando se trata de gestores, quando se comunica, fala a partir de sua perspectiva. Pensa no que quer e como quer, e considera apenas sua visão do assunto; visão que para ela está muito clara. Se ela considera que a informação está clara, assume isso como uma verdade e acredita que os outros também verão assim. E então acontece o óbvio. É óbvio para ela, então é óbvio para os outros. Entendendo desta forma, faz sua comunicação e aguarda satisfeita os resultados. Afinal, é óbvio, não?

Por exemplo, um gestor conhecido como autoritário pede que um funcionário deixe suas funções cotidianas para dedicar-se a um projeto específico. Para ele, é óbvio que, ao final do projeto, este funcionário deve retomar suas atividades cotidianas. Para o funcionário, não é, pois ele está acostumado a aguardar a ordem do gestor para qualquer atividade. É possível imaginar o quanto de tempo, ansiedade e conflito são gastos porque o gestor não foi claro desde o início dizendo que ao final do projeto o funcionário deveria retomar a vida normal, e também porque este funcionário, assumindo o estilo de gestão, não se antecipou em perguntar.

Cada um tem suas experiências, crenças e vivências, e a cada informação transmitida, tudo isso participa. Quebrar o óbvio e pensar sob a perspectiva do outro é que vai garantir que a comunicação seja efetiva e clara.

Um curso de comunicação empresarial consegue fazer com que os participantes aprendam como alinhar seus discursos e como se despir de suas concepções ao passar ou receber uma informação. A intenção é que haja cuidado e busca por clareza, economizando tempo, recursos e desgastes das tarefas mais simples aos projetos mais complicados.

113 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail