Propaganda

Artigos

Claro será marca única para serviços da América Móvil

Operadora absorve a marca Net e mantém Embratel apenas para mercado de grandes empresas

AClaro será a marca única para os serviços de massa da Claro e da Net. Portanto, a marca Net deixará, gradativamente, de existir na comunicação da empresa. Campanha, criada pela Talent Marcel, que esta no ar , começa a explicar ao consumidor como se dará esse processo. Num primeiro momento, não há nenhuma mudança sobre os planos e pacotes da Claro ou da Net.

Márcio Carvalho, diretor de marketing da Claro, e Ane Lopes, diretora de comunicação e marca, explicam que a comunicação, nos próximos dez dias, estará focada nessa transição, de informar para que o mercado e assinantes de ambos os serviços (Claro e Net) entendam o que está sendo feito. Na verdade, a unificação das marcas do Grupo América Móvil (Claro, Net e Embratel) é um processo que tem ocorrido desde 2011, quando foi lançada a oferta integrada do combo entre Claro e Net. Depois, em 2015, houve a consolidação das empresas Claro e Net sob o mesmo CNPJ, quando a gestão deixou de ser feita separadamente pelas empresas. A Embratel permanece como marca independente porque é voltada exclusivamente ao segmento corporativo de grandes empresas.

No processo que se inicia nesta quinta-feira, todos os serviços da Net, portanto, passam a ser oferecidos sob a marca Claro. Mas é um processo gradual porque a marca Net não desaparecerá imediatamente. O mais evidente, neste instante, é que a marca deixa de ser foco da comunicação de forma independente. No entanto, as plataformas sob a marca Net, como os perfis de redes sociais, ainda vão operar por um tempo e explicar a mudança aos consumidores.

A ideia é começar a contar esse processo dessa transição, no primeiro momento, pelo menos por dez dias ao mercado e funcionários”, afirma Ane. Também nesta quinta-feira, por exemplo, os 40 mil colaboradores de Claro e Net serão instruídos sobre o que representa esse movimento. Para o público externo, “a campanha será bem didática para justamente mostrar que a Claro está maior e muito mais completa com a chegada dos ativos da Net”, ressalta Carvalho.

A campanha, com Thiago Leifert, contará que os serviços residenciais de TV por assinatura, telefonia e banda larga da NET passam a ser incorporados ao portfólio da Claro e consolidam a oferta multisserviço da marca que nasceu no Brasil e hoje está presente em vários países.

Os produtos e serviços voltados a pequenas e médias empresas passam a ser também consolidados no portfólio da Claro Empresas. Já no segmento corporativo, a Embratel segue sendo a marca da Claro dedicada às soluções que incluem aplicações em nuvem, segurança digital, IoT e serviços de TI.

A Claro foi criada no Brasil e exportada para as demais operadoras do Grupo América Móvil na América Latina. Como marca de abrangência regional, a Claro foi criada em 2003. No entanto, o nome vem da antiga operação móvel Telet, do Rio Grande do Sul, que criou a marca Claro Digital em 1998 (ano da privatização do Sistema Telebrás). Depois, com a consolidação da operação do Grupo América Móvil (que adquiriu a Claro Digital, BCP, Tess, entre outras), foi criada a marca Claro. Já a marca Net data de 1995 (antes, era Multicanal).

Segundo explica Carvalho, a consolidação de toda a oferta de serviços na marca Claro é um movimento alinhado às tendências tecnológicas apontadas para o setor. “Daqui para frente, entregaremos conectividade com alta velocidade e baixa latência, e o conteúdo segue sempre como proposta de valor diferenciada. Não importa se no formato 4K, em realidade aumentada ou virtual. Isso seguirá por meio da conectividade, seja na 4,5G, na fibra óptica ou na 5G”, diz

1513 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail