Propaganda

Artigos

APAS e Apex-Brasil selam parceria para fomentar negócios internacionais

O primeiro International Business Meeting, abriu a programação da edição de 2019. Nesta apresentação, foi celebrado uma parceria entre a APAS e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), que permitirá o fomento de negócios no mercado internacional.

“Formamos uma parceria inédita para a visibilidade internacional da APAS Show. Com isso, o evento cresceu e, agora, temos cinco pavilhões, frente aos quatro que tínhamos em 2018, além de 75 mil metros de exposição e 847 expositores, sala para fechamento de negócios e atendimento exclusivo para o público internacional. A APAS Show fica mais robusta em sua projeção internacional, um desafio ainda maior com o desenvolvimento do país e do setor” comemora Erlon Ortega, vice-presidente e diretor da APAS Show.

A cerimônia foi conduzida por Fabiano Benedetti, Gestor da Divisão de Marketing e Negócios da APAS e contou ainda com a presença de Vinicius Estrela, da Apex, Luiz Madi, Diretor Técnico do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), Igor Celeste, Coordenador de Inteligência de Mercado da Apex-Brasil, Camila Leão, Chefe da Divisão de Promoção e Agronegócio do Ministério de Relações Exteriores, e Ronaldo Távora, economista-chefe do Banco do Brasil. Todos apresentaram um panorama sobre o potencial econômico e a capacidade do Brasil de fechar bons negócios no cenário internacional.

Segundo Ronaldo Távora, para crescer em um cenário de desaceleração das maiores economias do planeta, existem medidas que o Brasil precisa adotar. “Nós precisamos resolver a esfera fiscal, não é só uma solução por si. É uma solução necessária conseguir destravar as demais agendas, como a da infraestrutura, uma das mais importantes no país. Já em termos de políticas públicas, a gente também não acredita que o processo será veloz para aprovar a Reforma da Previdência no primeiro semestre. É uma possibilidade, mas o cenário que achamos mais provável é na virada do terceiro para o quarto trimestre” chama atenção o economista – chefe do Banco do Brasil”.

21 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail