Propaganda

Artigos

Aeroporto de Salvador conquista certificação internacional de redução na emissão de carbono

A conquista representa o nível 2 da certificação ACA (Airport Carbon Accreditation)

O Salvador Bahia Airport, integrante da rede VINCI Airports, acaba de ganhar destaque internacional mais uma vez graças ao seu compromisso ambiental. O Aeroporto conquistou o nível 2 da certificação ACA (Airport Carbon Accreditation), concedida pela organização Airport Council International (ACI) e que reconhece a implementação de ações e projetos voltados para a redução das emissões de carbono.

A certificação é resultado do trabalho desenvolvido pelo Aeroporto em diferentes frentes, incluindo melhorias do sistema de climatização, instalação de dispositivos inteligentes como sensores de presença nas escadas, elevadores e banheiros e substituição de lâmpadas convencionais por LED, o que foi responsável pela redução de 134 toneladas de gás carbônico emitido.

Além disso, o Salvador Bahia Airport deu início à instalação de uma usina solar, tornando-se o primeiro aeroporto do país a contar com um equipamento do tipo abastecendo o Terminal. A planta, um investimento de cerca de R$ 16 milhões, terá 11 mil painéis solares, representando 4.215 KWp de potência instalada para uma produção anual de 6.300.000 KWh. A previsão é de que o equipamento entre em operação na segunda quinzena de fevereiro.

Mensalmente, a usina terá capacidade para produzir 550.000 KWh de energia, suprindo 32% do consumo atual do terminal e representando o equivalente ao necessário para abastecer 3.800 casas populares. Quando estiver em pleno funcionamento, a usina vai diminuir ainda em 30% a pegada de carbono do Aeroporto, ou seja, 690 toneladas ao ano.

Outros reconhecimentos – A obtenção da certificação ACA em nível 2 soma-se a outras conquistas do aeroporto na área de sustentabilidade ao longo de 2019. Em janeiro desse ano, o Salvador Bahia Airport já tinha sido o primeiro das regiões Norte/Nordeste e o segundo do Brasil a obter a certificação ACA em nível 1, que reconhece os esforços de mapeamento e identificação de todas as emissões diretas e indiretas de gases do efeito estufa pelo aeroporto.

Já em outubro, o Aeroporto de Salvador foi reconhecido como “aeroporto verde” durante conferência anual do Conselho Internacional de Aeroportos da América Latina e Caribe (ACI-LAC), que premiou a Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), implantada em 2018, o trabalho de eficiência energética e o gerenciamento do risco da fauna desenvolvidos no Salvador Bahia Airport.

As ações de sustentabilidade aplicadas no Aeroporto estão alinhadas à política ambiental da VINCI Airports, a AIRPact, que estabelece metas globais para o ano de 2030, como reduzir pela metade a pegada de carbono através da obtenção da certificação ACA por todos os aeroportos do grupo no mundo, reduzir pela metade o consumo de água, implementar a economia circular pautada na redução da produção de lixo, separação dos resíduos gerados e posterior reciclagem.

Sobre o Salvador Bahia Airport

Localizado em Salvador, capital baiana e primeira capital brasileira, o Salvador Bahia Airport faz parte da rede VINCI Airports desde 2 de janeiro de 2018 através de um Contrato de Concessão com duração de 30 anos. Na lista dos dez aeroportos mais movimentados do País, ele conecta o estado da Bahia a cerca de 30 destinos, tanto domésticos quanto internacionais.

Desde o início da Concessão, o aeroporto tem incorporado padrões globais de operação, buscando entregar mais eficiência, segurança e uma melhor experiência de viagem para os seus passageiros. Grandes investimentos em um programa de modernização e ampliação levaram à extensão de 22.000 m² de área construída, ao acréscimo de seis novas pontes de embarque, à abertura de mais uma pista para aviação comercial e à instalação de um sistema de detecção e combate a incêndio. Além disso, o aeroporto se comprometeu a apoiar o desenvolvimento econômico do estado através do desenvolvimento de tráfego e iniciativas de estímulo ao turismo.

Reconhecido como um aeroporto verde pelo Conselho Internacional de Aeroportos, o Salvador Bahia Airport se destaca por suas conquistas no campo da sustentabilidade entre as quais zero descarte de efluentes, adoção de medidas visando eficiência energética, e a implementação de um programa efetivo de reciclagem. As iniciativas estão alinhadas com o compromisso da VINCI Airports em reduzir sua pegada de carbono. O Aeroporto também procura valorizar e promover as especificidades culturais e sociais da Bahia, um de seus grandes ativos.

Sobre a VINCI Airports

A VINCI Airports, como a maior operadora privada de aeroportos no mundo, gerencia o desenvolvimento e as operações de 46 aeroportos localizados na França, em Portugal, no Reino Unido, na Suécia, Sérvia, no Camboja, no Japão, nos Estados Unidos, na República Dominicana, na Costa Rica, no Chile e no Brasil. Atendida por cerca de 250 companhias aéreas, a rede VINCI Airports transportou 240 milhões de passageiros em 2018.

Por meio de sua expertise como um integrador abrangente, a VINCI Airports desenvolve, financia, constrói e opera aeroportos, aproveitando sua capacidade de investimento, network internacional e know-how para otimizar a gestão e o desempenho das infraestruturas aeroportuárias existentes, suas extensões e projetos de novas construções. Em 2018, sua receita anual para atividades geridas foi de 3,6 bilhões de euros e de 1,6 bilhão de euros para receita consolidada. Mais informações estão disponíveis em www.vinci-airports.com ou www.salvador-airport.com.br.

204 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail