Propaganda

Artigos

A Inteligência Artificial como potencializadora do futuro – Por: Fabricio Beltran é Co-founder e CTO da Nextcode

Uma das maiores consequências da Transformação Digital, o uso de soluções de Inteligência Artificial, surge como uma opção eficaz para revolucionar o cotidiano das empresas

Quando paramos para projetar tendências e novas possibilidades em relação à parte operacional das empresas, é quase impossível não considerar o leque de ferramentas inovadoras que a Inteligência Artificial oferece. De simplificadores comunicacionais a eficientes sistemas de segurança de dados, existe um vasto universo a ser explorado pelos executivos, e ignorar essa onda tecnológica pode ser o fator determinante para o sucesso ou não de uma companhia.

Estima-se que até 2025, o mercado mundial referente a novas tecnologias deve movimentar cerca de R$100 bilhões. Essa mudança de mentalidade também se aplica às organizações nacionais. Se buscarmos em anos anteriores, era possível identificar um certo receio com o assunto, considerando a grande quantidade de informações imprecisas e pouco condizentes com a realidade. Isso mudou.

Em uma pesquisa publicada recentemente pela Microsoft à consultoria americana DuckerFrontier, projeta-se que a Inteligência Artificial será responsável pela criação de cerca de 17,7 milhões de postos de trabalho no Brasil.

Com tanta expectativa e projeções positivas, decidi explorar um pouco o universo em questão para auxiliar àqueles que ainda possuem dúvidas e não sabem o caminho a seguir. Não deixe de acompanhar!

Mudar é preciso

Como citei anteriormente, toda mudança, mesmo que mínima, pode ocasionar certa hesitação ou desconfiança, isso é normal. Dentro de uma empresa, os profissionais carregam entre si a responsabilidade de conduzir uma gestão saudável e frutífera, e às vezes, cedem à famigerada zona de conforto, onde uma fórmula estabilizada ofusca qualquer chance de novas adaptações e mentalidades que visam o futuro.

Direcionando para o tema central do artigo, a Inteligência Artificial pode ser a porta de entrada para novas aspirações. Sua abrangência coloca conceitos organizacionais em plena harmonia com agilidade e competitividade. É possível apontar exemplos de medidas que fomentem um terreno propício à adoção de soluções, como uma base concreta de dados consolidados e equipes de colaboradores multidisciplinares, capazes de facilitar o processo de implementação.

E quais são os benefícios práticos?

Com uma estratégia bem definida e um modelo operacional estabelecido, é hora de partir para a subjetividade que a mudança de mentalidade exige. Uma empresa, em termos gerais, é composta por uma quantidade de indivíduos guiados pela mesma forma de pensar, e isso não significa que não possa ocorrer divergências e debates. Na verdade, o conflito de ideias pode ser extremamente positivo, mas em completude à Transformação Digital, destaca-se a necessidade de que todos abracem essa nova forma de conduzir o negócio.

Protagonistas desse novo cenário, os dados são ótimos exemplos de como a Inteligência Artificial transforma a realidade empresarial. As informações obtidas, com o auxílio de soluções tecnológicas, terão um tratamento muito mais assertivo e simplificado, possibilitando que as atenções do material humano sejam direcionadas para questões mais complexas e estratégicas.

Afinal, existem dados críticos, cuja relevância deveria ser estimada cuidadosamente por parte das empresas. Somente o ato de integrar essas informações já coloca uma companhia à frente de outras do mesmo segmento. Ciência e engenharia de dados caminham de mãos dadas com a IA.

Humanização e tecnologia podem caminhar juntas!

Esqueça aquela velha ideia de que a máquina veio para substituir as pessoas e diminuir a quantidade de empregos e serviços. Sim, é possível aproveitar as vantagens de uma cultura humanizada e adepta à Inteligência Artificial como motor operacional.

Contar com uma larga variedade de profissionais envolvidos na implantação de ferramentas inovadoras abre espaço para um crescimento diversificado, maior dinamismo e uma perspectiva de senso de colaboração altamente benéfica. Claro, CIOs devem suprir uma função primordial a fim de garantir o funcionamento e alinhamento generalizado, mas essa responsabilidade, na prática, é de todos.

Experiências personalizadas e marcantes para os clientes, aumento de produtividade, acompanhamento preciso de um mercado emergente, as possibilidades são intermináveis e o universo da Inteligência Artificial está aí para ser utilizado e consolidado pelas empresas.

E você? Sente que sua companhia está alinhada com essa nova tendência?

95 visitas
Propaganda

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail